A Open Society Foundations e George Soros

A Open Society Foundations e George Soros

Download Files

Download this information as a fact sheet in Portuguese.
106.76 KB pdf

A Open Society Foundations foi fundada por George Soros, um dos primeiros filantropos do mundo que, desde 1984, doou mais de $14 bilhões de sua fortuna pessoal.

A Open Society apoia indivíduos e organizações de todo o mundo lutando por liberdade de expressão, transparência, governo responsável e sociedades que promovam justiça e igualdade. As doações são, com frequência, direcionadas àqueles que enfrentam a discriminação puramente por serem quem são, desde ciganos na Europa e outros relegados às margens da sociedade.

Soros, ele próprio, foi vítima direta da intolerância. Nascido na Hungria em 1930, viveu durante a ocupação nazista que resultou no extermínio de mais de 500.000 judeus húngaros. Em 1947, conforme os comunistas assumiram o poder, Soros deixou Budapeste por Londres e, depois, emigrou para os EUA.o mundo das finanças e do investimento, fez sua fortuna.

Soros começou sua filantropia em 1979, oferecendo bolsas de estudo para sul-africanos negros durante o Apartheid. Nos anos 1980s, ele ajudou a promover a o debate público sem censura e a troca aberta de ideias na Hungria comunista. Depois da queda do muro de Berlin, ele buscou fortalecer a prática e as instituições democrática na Europa Central e Oriental.

Com o fim da Guerra Fria, Soros expandiu sua filantropia para os EUA, África, Ásia e América Latina, apoiando uma variedade de causas contribuindo para sociedades mais transparentes e democráticas.

Nove fatos sobre a Open Society Foundations:

  1. A Open Society Foundations hoje inclui vinte e três fundações nacionais e regionais, cada uma com sua própria administração local, cujos membros inspecionam o trabalho e definen as prioridades dos fundos para atender às necessidades locais.
  2. A primeira fundação foi estabelecida na Hungria em 1984 e a mais recente foi aberta em Miamar, em 2016.
  3. A Open Society Foundations fornece não mais que 33% dos fundos para a grande maioria das organizações com as quais trabalha, para garantir que mantenham sua autonomia e estabeleçam uma base financeira sólida para as suas operações.
  4. A Open Society Foundations é a segunda maior filantropia privada, depois da Bill and Melinda Gates Foundation. A tradição contínua da filantropia oferecida por homens de negócio importantes nos EUA data da época em que indivíduos como Andrew Carnegie e das famílias Rockefeller e Ford.
  5. A Open Society Foundations é a maior fundação privada com esforços para apoiar as minorias ciganas na Europa.
  6. Desde 1993, nós fornecemos dezenas de milhares de dólares para esforços de auxílio humanitário durante as guerras nos países da antiga Jugoslávia, especialmente em Sarajevo sob o cerco. 
  7. Estamos trabalhando nos Estados Unidos desde 1996. Nossos programas nos EUA respondem por cerca de 17% de nosso trabalho, que inclui suporte à reforma do sistema de justiça criminal e leis contra as drogas, fortalecendo a participação democrática e dando apoio às leis de imigração.
  8. Inúmeras vezes, a Foundations juntou-se ao debate político em questões controversas que outras fundações podem evitar. Temos orgulho de trabalhar com pessoas que são afastados da sociedade simplesmente por serem quem são. 
  9. Nosso nome reflete a influência sobre nosso fundador da filosofia de Karl Popper. No seu livro, Open Society and Its Enemies (Sociedade Aberta e Seus Inimigos), Popper discute que nenhuma filosofia ou ideologia é o juiz final da verdade, e essas sociedades podem desabrochar apenas quando for permitida a governança democrática, a liberdade de expressão e o respeito aos direitos dos indivíduos.